358 – Cozinha!

Eu nunca fui o tipo de menina prendada. Acho que a minha mãe viu logo cedo que eu não me amarrava nesse tipo de coisa. Nem brincar de casinha eu gostava. Eu sempre gastei muito tempo da minha infância lendo – ou brincando com amigos imaginários.

Conforme eu fui crescendo, minha falta de jeito para os serviços do lar virou uma piada interna da família. Eu dou de ombros, porque sei que eu realmente não fui “treinada” para isso e não é agora de “velha” que eu vou virar a doméstica. Faço uma coisa ou outra mais essencial, como lavar louça, tirar pó…

Desde que o meu avô morreu (percebo que muita coisa se modificou com a ida dele) nós resolvemos instituir aqui em casa a “Janta da Família”. Basicamente é comer coisa gorda e deliciosa todo mundo junto na casa da minha avó às sextas. Algumas vezes nós decidimos FAZER a coisa gorda ao invés de encher os bolsos do dono da pizzaria/padaria/esfiharia. E foi assim que eu descobri que eu até tenho jeito para cozinhar! ;P

Cada passo para preparar algo na cozinha me deixa contente. Gosto de procurar as receitas, escolher os ingredientes, misturar todos eles até chegar no resultado final. Chego até a ficar apaixonada pelo o que eu cozinho. Não vou dizer que sou uma chef de cozinha, pelo contrário. Eu pergunto MUITO para minha mãe como fazem as coisas enquanto eu to cozinhando. É, acho que continuo sendo desajeitada. Graças a Deus é difícil minhas receitas desandarem completamente. Porém, é bem comum as receitas saírem um pouco diferente do esperado. Vai ver que é aquela coisa de cozinhar com carinho, afinal estou cozinhando para minha família. Talvez , o gostinho de ver todo mundo sentado junto, comendo e conversando é que me anime para chegar no resultado. Ainda morro de inveja das minhas amigas/amigos que fazem coisas super elaboradas e bonitas (tortas, bolos, pudins que são quase como os de profissionais!). Acho que vai demorar algum tempo para chegar no nível deles…

E também tenho que ficar cozinhando agora por causa da dieta. Dieta não, reeducação alimentar. Nada de comida pré preparada. Estou virando uma mestra de refogar legumes e colocar queijo branco light em tudo.  xD

Descobri, um pouco na marra, esse jeitinho para cozinha. E você, já descobriu algum “talento” escondido? Já se abriu para essa possibilidade? Muitas vezes somos condicionados a acreditar que não sabemos nada e que não podemos nada, independente do motivo. Eu continuo sendo piada aqui em casa quando se fala de serviços domésticos, mas isso não me desanima a ir para cozinha uma vez por semana e fazer o melhor que eu posso.

Anúncios

2 comentários sobre “358 – Cozinha!

  1. Diego Matioli disse:

    Nossa, na minha casa, o preparo da comida era a parte mais legal. Fizemos sushi uma vez, um preparava o arroz, um picava o recheio, um montava, um cortava. Riamos a tarde toda e no fim do dia nos empanturrávamos. Era uma delicia.

    Mas ao contrário de você, essa é uma tradição que se perdeu com a partida de um ente querido. Esse post super serviu para eu criar vergonha na cara e resgatar minhas habilidades culinárias, que dizem as testemunhas (você e a B, no caso), não deixam a desejar.

    SUPER FELIZ COM A VOLTA DO BLOG! E QUE SEJA PRA FICAR, EIN!

    • midnightgrrl disse:

      Jamais esquecerei o delicioso jantar de Ano Novo que você aprontou para mim e para B. ❤
      Tava uma delícia! Você tem jeito para coisa. Precisamos fazer um "encontro culinário" um dia desses ;).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s